P U B L I C I D A D E

24 de outubro de 2016

ACP – Atletismo Clube de Portalegre não organiza em 2017 o UTSM – Ultra Trail da Serra de São Mamede

A Direção do ACP – Atletismo Clube de Portalegre, organizador do UTSM – Ultra Trail da Serra de São Mamede, informou em comunicado divulgado ontem dia 21 de Outubro que “não organizará o evento na próxima época desportiva (2017)”. Aquela que seria a sexta edição da prova estava prevista e já a a ser promovida para se concretizar no dia 20 de Maio.
João Carlos Correia e Maria Vitorina Mourato afastam-se
Dias antes, já os dirigentes João Carlos Correia (presidente da Direção) e Maria Vitorina Mourato (tesoureira), tinham referido nas redes sociais, que se afastariam da prova que desde há 6 anos (5 edições) teimavam em organizar. “Passada a fase da paixão tornou-se uma obsessão. Vivíamos para "incomodar" e incomodamos muito, mesmo demasiado. Por isso chegou a hora de nós os dois não incomodarmos mais ninguém”. E pediram desculpa aos cerca de 300 colaboradores do evento e aos coordenadores das “fantásticas equipas que criámos, por não termos mais coragem para continuarmos”. 
Nessa mensagem os dois dirigentes referem ainda apoiar “aquele que de vocês tiver a vontade - que capacidade todos têm - de continuar a trilhar o caminho do sucesso único e de Organizações modelares e exemplares que parece ter feito escola no trail running regional e nacional”.
ACP manterá dinâmica desportiva e organizativa
No entanto, “o ACP – Atletismo Clube de Portalegre manterá toda a sua dinâmica desportiva e organizativa, nomeadamente a que a levou aos títulos de Campeão Nacional e Vice-Campeão Nacional de Trail dos anos de 2014, 2015 e 2016. Organizará eventos direcionados para a participação da população em geral, com a qualidade que lhe é reconhecida, que anunciará oportunamente”.
No mesmo comunicado, o ACP – Atletismo Clube de Portalegre “agradece às centenas de portalegrenses que de uma forma ativa participaram na Organização das 5 edições do UTSM realizadas, nomeadamente aos voluntários, aos proprietários e às entidades parceiras e reconhece o papel absolutamente decisivo que tiveram no sucesso ímpar que o UTSM obteve em todas elas”.
“A Direção do ACP – Atletismo Clube de Portalegre continuará a trabalhar pelo desenvolvimento desportivo da região alto-alentejana esperando que esse labor permita ultrapassar os constrangimentos que a levaram à decisão de suspender o evento”, conclui o documento. © NCV

Sem comentários: