P U B L I C I D A D E

28 de janeiro de 2017

Exposição ”Valor Arqueológico do Concelho”
continua no Posto de Turismo até 15 Fevereiro


Continua patente no Posto de Turismo, até meados de Fevereiro, um conjunto de fotografias referentes a valores patrimoniais de âmbito histórico-arqueológico do concelho, assim como um moinho manual de granito. “Este engenho de uso doméstico é bem elucidativo da importância dada à moagem de cereais para a alimentação humana, e cujo processo perdurou ao longo de muitas centenas de anos, abarcando várias culturas e civilizações”.
“As fotografias da Calçada de S. Paulo, Anta da Melriça e Chafurdão das Lancheiras são um convite para visitar ou revisitar esses e outros locais”.
“A Calçada de S. Paulo tinha início na zona da Moutosa, subia a serra com o mesmo nome pelo lado poente até ao cruzamento das Carreiras, passava pela Vargem e seguia até Portalegre. As calçadas eram construídas em troços de itinerários importantes, em zonas de declive, de pisos irregulares, porque estes eram alterados pelas chuvas. Em termos arquitectónicos, as lajes de granito eram dispostas verticalmente em toda a extensão das bermas, observando-se sulcos transversais para escoamento das águas. Hoje a calçada existe e é muito utilizada pelos caminheiros, nomeadamente pelos que descrevem o PR1 - Serra de S. Paulo”.
“A Anta da Melriça é a mais imponente das antas conhecidas na região, classificada como Monumento Nacional desde 1910”.
“Um Chafurdão é um exemplo de arquitetura popular; trata-se de uma construção de falsa cúpula com planta circular, que servia para abrigo dos pastores. O Chafurdão das Lancheiras está próximo da Barragem e antes do início da construção desta era possível observar o curso da ribeira de Nisa, bem como um troço da via primitiva que ligava Castelo de Vide a Nisa”.
“Em relação aos objectos, os mesmos podem ser apreciados no Centro de Interpretação do Megalitismo (Castelo) e no depósito arqueológico da Secção de Arqueologia Municipal, no Centro Municipal de Cultura (dias úteis, 09h00-12h30 e 13h30-17h00)”. © CMCV/NCV

Sem comentários: