P U B L I C I D A D E

8 de janeiro de 2017

“Morreu a maior figura da democracia portuguesa” Federação Distrital de Portalegre do PS
lamenta a morte de Mário Soares

“É com enorme consternação que a Federação Distrital de Portalegre do Partido Socialista reage à morte da maior figura da democracia em Portugal. Mário Soares, republicano, socialista e laico, não só garantiu que o país se democratizasse, como contribuiu, de forma directa e imprescindível, para o desenvolvimento da nossa sociedade. Lutou e defendeu sempre um Portugal livre, progressista e europeu. Obrigado.
Portugal está de luto. É com grande tristeza e reconhecimento pelo contributo que deu para que Portugal se transformasse num país livre e tolerante, que os socialistas do Alto Alentejo se despedem de Mário Soares.
O Presidente da Federação Distrital de Portalegre do PS, Luís Moreira Testa, verbaliza o sentimento comum. “Mário Soares deu-nos a liberdade em Portugal. Desde os tempos da resistência à ditadura, à concretização de um sistema democrático na sociedade portuguesa e a integração de Portugal na União Europeia, revelou-se um político de excelência, capaz de gerar consensos e promover o desenvolvimento do país. Mário Soares foi um amigo do Alto Alentejo e a dor da sua perda é transversal a todos os socialistas, desde os mais velhos, que com ele lutaram pela liberdade, aos mais novos que sempre o viram como uma referência dos valores da democracia, da liberdade e da laicidade e que procuram honrar o seu legado”, afirmou o responsável.
Luís Moreira Testa reflecte, ainda, “o sentimento de gratidão transversal a todos os que valorizam a vida em comunidade, com base em princípios como os da liberdade, da democracia, da tolerância e do respeito pelo próximo”.

Sem comentários: