Páginas

P U B L I C I D A D E

4 de abril de 2017

Fernando Salgueiro Maia faleceu faz hoje 25 anos

Foto © M.M. Nogueiro/NCV

"A Salgueiro Maia" 
Aquele que na hora da vitória 
Respeitou o vencido 
Aquele que deu tudo e não pediu a paga 
Aquele que na hora da ganância 
Perdeu o apetite 
Aquele que amou os outros e por isso 
Não colaborou com a sua ignorância ou vício 
Aquele que foi “Fiel à palavra dada á ideia tida” 
Como antes dele mas também por ele 
Pessoa disse. 
Sophia de Mello Breyner Andresen

"Salgueiro Maia" 
Ficaste na pureza inicial 
do gesto que liberta e se desprende. 
Havia em ti o símbolo e o sinal 
havia em ti o herói que não se rende. 

Outros jogaram o jogo viciado 
para ti nem poder nem sua regra. 
Conquistador do sonho inconquistado 
havia em ti o herói que não se integra. 

Por isso ficarás como quem vem 
dar outro rosto ao rosto da cidade. 
Diz-se o teu nome e sais de Santarém 
trazendo a espada e a flor da liberdade. 
Manuel Alegre

Sem comentários: