Páginas

P U B L I C I D A D E

2 de abril de 2017

Receitas locais: bolos fintos e folares da Páscoa

“Festa comemorativa da Ressurreição de Jesus Cristo, a Páscoa está associada a práticas alimentares em que os ovos, os folares, as amêndoas e os cordeiros ocupam o primeiro lugar”, refere um comunicado promocional da Autarquia, que sublinha que o "folar" tem particular relevância, havendo diferentes espécies; a tradição do folar, “assenta num ritual de dádiva, solidariedade e convívio profundamente enraizado na sociedade portuguesa”.
O folar é um "bolo de massa seca, doce, e ligada, feito com farinha de trigo, ovos, leite, azeite, banha ou pingue, açúcar e fermento, e condimentado com canela e erva-doce - uma espécie de fogaça - encimado, conforme o seu tamanho, por um ou vários ovos cozidos inteiros, meio incrustados e visíveis sob as tiras de massa que os recobrem".
Ingredientes:
2,5 kg de farinha
1/2 colher de chá de canela
50 g de erva-doce
125 g de fermento de padeiro
1 colher de sopa de sal
1,5 l de água
3 ovos
500 g de manteiga e banha (em conjunto)
1 ovo para pincelar
açúcar para polvilhar
Preparação:
Peneira-se a farinha e a canela para um alguidar. Junta-se a erva-doce. À parte, dissolve-se o fermento e o sal na água morna. Faz-se uma cova no meio da farinha, deita-se aí o fermento e mexe-se com a mão em círculo, ao mesmo tempo que se vai juntando a farinha.
Depois de tudo ligado, adicionam-se os ovos, mistura-se bem e juntam-se as gorduras, a pouco e pouco, amassando.
Estando a massa bem amassada, polvilha-se com um pouco de farinha e põe-se a levedar em local temperado durante 3 horas. Depois de finta, tende-se a massa em bolas que se espalmam e se dobram ao meio, ficando os bolos ovalados.
Pincelam-se com ovo batido e polvilham-se em açúcar. Deixam-se repousar cerca de 15 minutos e levam-se a cozer em forno quente (200ºC), até adquirirem uma boa cor castanha-dourada.
Com esta mesma massa, fazem-se folares que aqui são moldados em forma de lagarto ou em redondo, sugerindo estes uma flor, segundo dizem alguns, ou dois corações recamados, segundo dizem ou vêem outros. São aqueles "lagartos" os folares que as madrinhas oferecem aos afilhados na quinta-feira Santa. Tanto os folares redondos como os lagartos levam os habituais ovos cozidos em água com cascas de cebola - os lagartos na boca e os folares redondos no centro - e são preciosamente decorados com amêndoas confeitadas. Estas amêndoas, assim como o primeiro laço da fita de cor que enfeita o pescoço dos lagartos, são colocadas na massa antes de ser pincelada com ovo batido e só depois vai ao forno. Depois de cozidos, para ficarem bem brilhantes, pincelam-se com uma calda de açúcar em ponto baixo. © NCV

Sem comentários: