P U B L I C I D A D E

12 de junho de 2017

Município de Marvão reuniu com equipa que prepara candidatura a património mundial

Realizou-se no passado dia 6 de Junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Marvão, uma reunião com a equipa técnica que prepara o dossier de candidatura das Fortalezas Abaluartadas da Raia a Património da Humanidade, de forma a fazer o ponto da situação do processo.
Esta reunião, dirigida aos técnicos das áreas de Turismo e Cultura do Município de Marvão, contou com a presença de Margarida Alçada, coordenadora da candidatura das Fortalezas Abaluartadas da Raia a Património Mundial da UNESCO.
Marvão, Almeida, Elvas e Valença
Promovida por Marvão, Almeida, Elvas e Valença, esta candidatura foca-se no Sistema Defensivo das Fortalezas Abaluartadas da Raia Luso-Espanhola, na cultura raiana e na sua localização, num espaço que confina uma das linhas de fronteira mais antigas do mundo.
As Fortalezas Abaluartadas foram estruturas defensivas de guerra que, nos últimos séculos, se transformaram em monumentos de paz e em espaços únicos de história, de cultura e de relação e vivência humanas. Os seus modelos arquitetónicos refletem, nos momentos das suas construções, inovação e soluções únicas, adaptadas a estruturas amuralhadas, construídas no decurso do tempo, sobretudo a partir do século XII, e à geomorfologia do terreno de cada sítio.
Único à escala mundial, este sistema defensivo apresenta-se com um carácter de excecionalidade, potenciador da conservação deste legado patrimonial e dinamizador da cultura e do turismo. A obtenção do galardão da UNESCO trará grandes vantagens para este território raiano e para Portugal, enriquecendo também a lista de bens já classificados como Património Mundial. © NCV

Sem comentários: