P U B L I C I D A D E

3 de julho de 2017

Ciclismo: Guilherme Mota conquistou nacional de fundo para juniores

Guilherme Mota (Alcobaça CC/Crédito Agrícola) ganhou a prova de fundo para juniores do Campeonato Nacional de Estrada, uma corrida de 133,5 quilómetros, disputada em Castelo de Vide.
O corredor da formação alcobacense cortou a meta isolado, deixando o segundo classificado, Fábio Costa (CC Barcelos/AFF/Orbea/Onda), um dos aventureiros da tarde, a 50 segundos. O terceiro foi Daniel Ramos (Bairrada), a 4m16s do vencedor.
Fábio Costa, Francisco Guerreiro (Sicasal/Liberty Seguros/Bombarralense), Francisco Marques (ACD Milharado/EC Manuel Martins), João Salgado (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact) e Wilson Esperança (Sicasal/Liberty Seguros/Bombarralense) saíram do pelotão na primeira das cinco voltas animaram de forma hegemónica a primeira metade da corrida.
Com o avolumar dos quilómetros percorridos, a frente de corrida foi perdendo elementos e foi vendo aproximar-se o grupo dos favoritos, que deram um primeiro ar da sua graça à entrada para a quarta das cinco voltas. Nessa altura, os principais candidatos aceleraram e provocaram o primeiro abalo num pelotão já devastado pelo calor.
Fábio Costa foi o único dos escapados que resistiu, entrando na volta final isolado, com quase 3 minutos de vantagem sobre o grupo principal, ao qual era abusivo chamar pelotão, uma vez que estava formado por apenas 13 corredores.
Guilherme Mota saiu do grupo perseguidor e foi galgando terreno durante toda a volta final, aproximando-se de Fábio Costa, que resistia na dianteira, mas dava mostras de ceder ao cansaço de uma corrida toda feita em fuga. Na última subida da prova, Guilherme Mota passou direto por Fábio Costa e avançou decidido para a conquista do título nacional de juniores. No grupo dos candidatos não houve reação e Fábio Costa ainda viu coroado o esforço com o segundo lugar.
“Foi uma prova muito disputada desde o início. A corrida foi fazendo a seleção. Na fase final ganhei uma pequena vantagem que me permitiu chegar à vitória. Sou sincero, não vim para esta prova com aspiração de sair daqui campeão nacional”, confessou Guilherme Mota, um corredor mais focado no BTT do que na estrada. © NCV
Classificação
1.º Guilherme Mota (Alcobaça CC/Crédito Agrícola), 2h43m43s 
2.º Fábio Costa (CC Barcelos/AFF/Orbea/Onda), a 50s 
3.º Daniel Ramos (Bairrada), a 4m16s 
4.º Hélder Gonçalves (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact), a 4m30s 
5.º Leonel Firmino (Sicasal/Liberty Seguros/Bombarralense), a 5m01s 
6.º Pedro Lopes (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact), mt 
7.º Pedro Teixeira (Maia), a 5m02s 
8.º Artur Chaves (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel), a 5m04s 
9.º Diogo Vieira (Tensai/Sambiental/Santa Marta), a mt 
10.º Rodrigo Caixas (LA Alumínios/SGR Ambiente/CC Aldeia Paio Pires), mt

Sem comentários: