P U B L I C I D A D E

2 de novembro de 2016

Lagar São Marcos inicia laboração a 22 de Novembro na zona industrial de Santo António das Areias

O Lagar de S. Marcos, instalado de raiz na zona industrial de Santo António das Areias, inicia a sua laboração no próximo dia 22 de Novembro. Trata-se de um novo projecto industrial no ramo da moenda da azeitona e produção de azeite que acaba de surgir no concelho de Marvão.

O projeto “nasce no âmbito de uma tradição familiar, de longa data, de olivicultores apostados em manter vivo o espírito de ligação à terra e de valorização dos produtos locais”.
O novo lagar dispõe da tecnologia mais moderna e de todos os meios indispensáveis para a produção de azeite de qualidade, possibilitando a limpeza no local da azeitona e o armazenamento individualizado por produtor. O processo de limpeza é efectuado por maquinaria própria, sendo considerado o peso final da azeitona depois de limpa.
A capacidade máxima de processamento é de cerca de 1000 quilos por hora, mas são aceites para a moenda quantidades a partir dos 400 quilos, de forma a poder abranger o maior número de olivicultores. No caso dos pequenos produtores, é disponibilizado todo o apoio necessário “e asseguradas condições vantajosas, nomeadamente ao nível dos preços praticados”.
O Lagar S. Marcos tem como área de intervenção preferencial o concelho de Marvão e o território do nordeste alentejano onde este se insere, com relevo para os concelhos de Castelo de Vide, Nisa, Portalegre e Arronches, assim como a vizinha região de Espanha.
O projecto pretende dar resposta à crescente procura de produtos e serviços com tradição, qualidade e benéficos para a saúde e bem estar, como é o caso inquestionável do azeite, uma matéria prima que constitui, desde a antiguidade, uma das principais fontes de riqueza da região.
A aposta dos seus promotores passa pela valorização do azeite tradicional aqui existente, produzido com a azeitona sã e madura, das variedades galega e cordovil, de forma a preservar as suas características inconfundíveis de aroma e paladar. © NCV

Sem comentários: