Páginas

P U B L I C I D A D E

17 de fevereiro de 2017

VALNOR quer duplicar preço da recolha dos resíduos sólidos de 31,20 para 61,30 euros por tonelada
– 25 Autarquias clientes/accionistas estão contra

Os autarcas dos 25 concelhos dos distritos de Portalegre, Santarém e Castelo Branco, que são simultaneamente clientes e accionistas da empresa Valnor, reunidos no início da semana em Ponte de Sor, manifestaram-se contra o aumento dos valores que a VALNOR, apoiada na ERSAR, pretende aplicar para a recolha dos resíduos sólidos de 31,20 para 61,30 euros por tonelada este ano de 2017 e ainda com retroatividade a 2016 (acrescidos de juros de mora).

Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Abrantes e porta-voz dos autarcas, disse à agência Lusa que se trata de um aumento “brutal” e que “não é justa” a forma “desigual” como estão a ser tratados os cidadãos do interior do país, uma vez que as Autarquias das grandes regiões metropolitanas e do litoral pagam neste momento uma média de 13 euros por tonelada.
Castelo de Vide devolve faturação
Em Castelo de Vide a questão foi levantada na Assembleia Municipal pelo Grupo Municipal do Partido Socialista, a quem o Presidente da Câmara Municipal deu conhecimento desta situação e garantiu que não aceita esta decisão unilateral e se recusa a fazer repercutir aumentos desta dimensão sobre os munícipes. Segundo o autarca, o Município também vai devolver a nova faturação entretanto recebida e continuar a pagar segundo os valores anteriores, cumprindo as suas obrigações de cliente.
Assembleia Geral a 7 de Março
Os autarcas destes 25 Municípios acordaram realizar uma assembleia geral, no dia 7 de Março, para “tomar uma posição em uníssono” contra estes aumentos tarifários dos resíduos sólidos. Entretanto, foi também decidido pedir reuniões com "caráter de urgência" ao Governo, à EGF e à Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) "no sentido de encontrar uma solução que sirva a todos e que tenha em consideração o superior interesse dos cidadãos e das empresas”, acrescentou Maria do Céu Albuquerque, que também é a presidente da Mesa da Assembleia Geral da empresa, onde as Autarquias clientes são detentoras de 49% do seu capital.
25 Municípios clientes e accionistas
A Valnor é uma empresa concessionária da EGF - Empresa Geral do Fomento, SA, responsável pela recolha, triagem, valorização e tratamento de resíduos sólidos nos 25 municípios da sua área de influência e integrados nos distritos de Portalegre, Castelo Branco e Santarém. Os concelhos abrangidos são os de Abrantes, Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelo Branco, Castelo de Vide, Crato, Elvas, Fronteira, Gavião, Idanha-a-Nova, Mação, Marvão, Monforte, Nisa, Oleiros, Ponte de Sor, Portalegre, Proença-a-Nova, Sardoal, Sertã, Sousel, Vila de Rei e Vila Velha de Ródão. © NCV

Sem comentários: