P U B L I C I D A D E

27 de julho de 2018

Marvão presente em Gijon na apresentação da Rede de Cidades Romanas do Atlântico


Fotos © CMM/NCV
Decorreu ontem em Gijón, a apresentação pública da Rede de Cidades Romanas do Atlântico, no âmbito do Festival Arcu Atlánticu.
Depois de uma reunião técnica, no Instituto Jovellanos, onde foram discutidas, entre outras, as ações de comunicação e publicidade a implementar, a curto prazo, os representantes de Marvão, Condeixa-a-Nova, Irún, Gijón e Castro Urdiales, falaram da importância da constituição da Rede, à comunicação social. 
Na sua intervenção, o vice-presidente do Município de Marvão, Luís Costa, frisou que esta é uma iniciativa de extrema importância, no âmbito da valorização e promoção do património histórico da Cidade Romana de Ammaia, como forma de incrementar o número de visitantes das ruínas, do Museu e, simultaneamente, também do concelho de Marvão. 
A Rede de Cidades Romanas do Atlântico é uma associação de municípios de três países (Portugal, Espanha e França) localizados na área de influência do Atlântico e com um passado romano comum, que oferecem a possibilidade de conhecer um património cultural singular. Integra neste momento Irun, Lugo, Gijón e Castro Urdiales, em Espanha,Perigueux e Saintes, em França, e Marvão, Condeixa-a-Nova e Braga, em Portugal. Em em aberto também a hipótese de a cidade francesa de Le Mans se juntar a médio prazo a esta Rede.
O Município de Marvão e a Fundação Cidade de Ammaia, representados por Luís Costa e Joaquim Carvalho, estão presentes no Festival Arcu Atlánticu, em Gijón, a divulgar o seu património romano, no âmbito da Rede de Cidades Romanas do Atlântico. © NCV
Fotos © CMM/NCV

Fotos © CMM/NCV

Fotos © CMM/NCV

Fotos © CMM/NCV

Sem comentários: