P U B L I C I D A D E

8 de março de 2017

Entendimento entre autarcas e Valnor eleva de 32 para 45 euros/tonelada a tarifa de resíduos sólidos para 2017


Os 25 autarcas dos Distritos de Castelo Branco, Portalegre e Santarém, servidos pela Valnor, chegaram ontem a acordo com a empresa, no quadro de uma assembleia geral extraordinária, sobre o tarifário a aplicar, a partir deste ano, para a recolha dos resíduos sólidos (ver mais notícias AQUI).
No final de uma assembleia geral, que juntou em Avis autarcas e a administração da Valnor, Maria do Céu Albuquerque, presidente do município de Abrantes e porta-voz dos autarcas, explicou que foi possível chegar a um “acordo” com a empresa.
Aumento de 50% para 2017
“Esteve em cima da mesa um valor de 80 euros por tonelada contra os 32 que pagávamos até ao ano passado. Hoje conseguimos chegar a um entendimento, com uma tarifa para 2017 de 45 euros”, afirmou a autarca, considerando que apesar do acordo o valor aplicado é “elevado”. 
O “entendimento” para o ano de 2017 abrange ainda os anos seguintes até 2024, pese embora os autarcas considerarem que este modelo tarifário “tem que ser alterado” até ao final da data estipulada (2024). 
Reivindicada harmonização a nível nacional
A autarca sublinhou que persiste uma “disparidade” a nível nacional em redor deste processo, e prometeu que os municípios vão imprimir uma “pressão alta” nas negociações com a empresa, acrescentando que também foi aprovado, por “unanimidade”, solicitar ao Governo que encontre uma solução legislativa em relação a este caso.
“A pressão alta não vai baixar e nós queremos, e isso ficou aprovado por unanimidade, pedir ao Governo que nos ajude a encontrar uma alteração legislativa que permita ir ao encontro de uma solução, que permita uma harmonização a nível nacional de tarifário em que não haja esta discrepância a bem da coesão territorial e social do nosso país”, declarou.
25 Municípios são clientes e accionistas
A Valnor é uma empresa concessionária da EGF - Empresa Geral do Fomento, SA, responsável pela recolha, triagem, valorização e tratamento de resíduos sólidos nos 25 municípios da sua área de influência e integrados nos distritos de Portalegre, Castelo Branco e Santarém.
Os concelhos abrangidos são os de Abrantes, Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelo Branco, Castelo de Vide, Crato, Elvas, Fronteira, Gavião, Idanha-a-Nova, Mação, Marvão, Monforte, Nisa, Oleiros, Ponte de Sor, Portalegre, Proença-a-Nova, Sardoal, Sertã, Sousel, Vila de Rei e Vila Velha de Ródão. © NCV

Sem comentários: