Páginas

P U B L I C I D A D E

1 de março de 2017

Filarmónica Juvenil do Norte Alentejano regressa com ensaio em Castelo de Vide no dia 12 de Abril

Após alguns meses de suspensão, a FIJUNA – Filarmónica Juvenil – vai voltar à atividade para tentar implantar-se, segundo anuncia a Federação de Bandas Filarmónicas do Distrito de Portalegre. 
A sua próxima atividade será precisamente um estágio de três dias, que vai decorrer em Castelo de Vide na semana da Páscoa (12 de Abril), com forte apoio da Fundação de Nossa Senhora da Esperança. Um segundo estágio previsto para o início de Julho poderá ser marcado para Ponte de Sôr.
Esta orquestra conta com a direção musical do já citado maestro Francisco Paixão e com o apoio de vários monitores com provas dadas no panorama musical do distrito.
Aperfeiçoamento de Jovens Músicos
A Federação anunciou ainda o desenvolvimento do projeto “Aperfeiçoamento de Jovens Músicos”, realizado em parceria com a EANA – Escola de Artes do Norte Alentejano (Conservatório de Portalegre), que está a decorrer em Alter, Crato e Nisa e envolve cerca de 60 alunos e 10 professores praticamente em todos os instrumentos.
Os professores daquela escola deslocam-se às bandas durante os dias de semana para que os alunos e músicos mais jovens das filiadas aderentes evoluam com maior eficácia. A Federação deseja que este projeto cresça exponencialmente no próximo ano letivo, com a adesão de mais filiadas, para o que se aguarda o apoio da Direção Regional de Cultura.
Festival Internacional em Monforte
Na sequência da sua assembleia geral de 12 de Fevereiro, a Federação de Bandas Filarmónicas congratulou-se com a entrada da Banda Euterpe e lamentou que o Projeto Música na Terra, que leva a música às freguesias, o qual não tem tido muita aceitação por parte de câmaras e juntas de freguesia. Foi preparada a Rota dos Coretos no Verão e o Festival Internacional de Bandas Filarmónicas (em Monforte a 2 de Julho). Haverá também um Festival Nacional das Bandas Filarmónicas que terá lugar no Crato (1 de Setembro) sob a égide do Inatel. 
Acresce o Mês da Música (em Outubro), inserido no Dia Mundial da Música, costuma ser muito aceite pelas bandas e orquestras distritais registando-se todos os anos cerca de 20 atividades um pouco por todo o distrito.
Criação da Orquestra Distrital
A Federação tem também em franca atividade a FISENA, com músicos séniores, composta com uma base de músicos de Nisa e do Crato e que é liderada pelo maestro António Charrinho, e que já se apresentou em vários locais do distrito. Está em curso a criação da Orquestra Distrital, “que procura enquadrar todos os melhores músicos das filiadas na Federação e que no futuro integrará músicos de cordas”. O terceiro ensaio teve lugar no dia 18 de Fevereiro, dirigido pelo maestro alegretense, Francisco Paixão, que deixou recentemente a Banda do Exército (como executante) e que promoveu um ótimo trabalho em bandas da região de Sintra. © NCV

Sem comentários: