P U B L I C I D A D E

24 de novembro de 2016

Instalação artística “E Ela não Voltou”
em Castelo de Vide todo o fim-de-semana

Clicar na imagem para ampliar o cartaz.
A instalação artística “E Ela não Voltou”, da autoria de Maria Simões e de Joana Furtado, estará este fim-de-semana em Castelo de Vide. Amanhã, 6ª feira dia 25 a partir das 10 horas na Praça D. Pedro V assinalando o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, no sábado entre as 10 e as 18 horas no quadro do Sábado Vivo no Parque João José da Luz e no Domingo de manhã (entre as 10 e as 13 horas) na Fonte da Vila.
Inicialmente criada para a Marcha Mundial das Mulheres (Açores), esta instalação artística é fruto de uma parceria entre a cooperativa cultural Descalças e a UMAR-Açores e pretende revelar e denunciar os femícidios nos Açores, em Portugal e no Mundo.
Desde 1999
Foi em 1999, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas instituiu 25 de Novembro como o Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher, em homenagem às “Mariposas”. O objetivo é o de, durante um dia no ano, se incitarem reflexões sobre a situação de violência em que vive considerável parte das mulheres em todo o mundo.
No dia 25 de Novembro de 1960, as irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, conhecidas como “Las Mariposas”, foram brutalmente assassinadas pelo ditador Rafael Leônidas Trujillo, da República Dominicana. As três combatiam fortemente aquela ditadura e pagaram com a própria vida. Os seus corpos foram encontrados no fundo de um precipício, estrangulados e com os ossos quebrados. Estas mortes tiveram larga repercussão, causando grande comoção no país. Pouco tempo depois, o ditador seria assassinado. © NCV

Sem comentários: