P U B L I C I D A D E

6 de dezembro de 2016

Maioria PSD na Câmara e na Assembleia Municipais impediu maior participação no IRS para os munícipes

O Grupo Municipal do Partido Socialista na Assembleia Municipal de Castelo de Vide votou contra a proposta de manutenção da participação variável de 3,5% no IRS que foi submetida pela Câmara à Assembleia Municipal e apreciada e votada na reunião do passado dia 30 de Novembro.
PS propôs baixa até aos 1,5%
Tal como já o tinham feito os vereadores do PS no Executivo propondo neste exercício (cobrança em 2017) que essa participação baixasse até aos 1,5% deixando 3,5% aos munícipes.
Os deputados municipais do PS consideraram em declaração de voto “que o Município poderia e deveria ir mais longe nesta matéria, justificando-se por se manterem as dificuldades das famílias em termos de rendimentos, apesar das importantes reposições já concretizadas pelo Governo em 2016”.
“Desafogo financeiro” permitiria
E alegaram que “uma redução dos atuais 3,5% até aos 1,5% propostos em sede do Executivo pelos vereadores do PS corresponderia a curto prazo apenas a uma pequena redução de receita quando comparada com o tão apregoado “desafogo financeiro” que vive a Câmara Municipal”.
"Este seria mais um contributo para essa justa reposição, e principalmente um sinal positivo e encorajador de que também a Autarquia se preocupa de facto, em concreto, com a situação dos munícipes nesse domínio".
"Mas infelizmente assim não o quis a maioria PSD que nos governa, quer em sede do Executivo Municipal, quer nesta Assembleia Municipal", conclui a declaração de voto. © NCV

Sem comentários: