P U B L I C I D A D E

6 de agosto de 2017

Hoje é o grande dia da Festa da Senhora da Penha!

Está a decorrer este fim-de-semana a tradicional Festa de Nossa Senhora da Penha, organizada mais uma vez pela Casa do Benfica em Castelo de vide com uma imensidade de apoios locais.
Hoje é o dia da festa. A tradicional missa campal está marcada para o meio dia, seguindo-se o serviço de almoços no recinto. A procissão, acompanhada pela Banda da SRM de Póvoa e Meadas, tem lugar pelas 19 horas.
Transporte municipal
A Câmara Municipal disponibiliza gratuitamente o autocarro para transporte entre a Vila (edifício da CGD) com o seguinte horário: às 11 horas e às 20 horas.
A lenda 
Reza a lenda da Senhora da Penha que, andando certo dia um pastor a guardar o rebanho, viu um grupo de malfeitores que planeavam roubar-lhe as ovelhas.
Tendo nessa altura invocado Nossa Senhora que apareceu ao pastor montada num burrinho, cujas pegadas ainda hoje podem notar-se no granito, transformou o dia em noite, impedindo assim que se consumasse o roubo.
O povo da Vila, vendo que na serra era de noite e sabendo posteriormente o que tinha acontecido, resolveu edificar uma capela à Senhora da Penha. Escolheu para o local o sítio do Pouso, situado no sopé da serra.
Mas cada vez que as obras eram iniciadas, eram misteriosamente destruídas, chegando o povo de Castelo de vide a montar guarda durante a noite para impedir tal destruição o que não resultou.
Só quando a capela se começou a construir no local da aparição é que foi possível completá-la e assim altaneira, olha a vila.
A igreja no cimo da serra de São Paulo
Esta igreja remonta ao séc. XVI. Fica situada no cimo da serra de São Paulo, a 1 km para Sudoeste de Castelo de Vide.
O seu conjunto é constituído por três volumes: nave, capela-mor e sacristia.
A nave é trapezoidal, o tecto é em abóbada de berços e arranca de uma cornija recta. Na parede Norte há um nicho e uma pia em mármore para água benta. Na parede Oeste abre-se o arco triunfal de volta perfeita com uma porta gradeada em ferro, que comunica com a capela-mor. Todas as paredes são revestidas a azulejo branco até ao arranque da abóbada, junto ao solo há um rodapé de azulejos azuis e brancos formando xadrez.

A capela-mor de planta circular, o tecto é uma cúpula semiesférica. Na parede Norte abre-se uma fresta para iluminação e na parede oposta, o vão de acesso à sacristia.
O altar está colocado na parede Oeste, é de estilo barroco com um nicho ao centro que contem a imagem da Senhora da Penha.
Todo o conjunto é revestido a azulejos. Na fachada principal abrem-se três vãos: a porta principal, uma fresta gradeada à esquerda e sobrepujando a porta rasga-se um óculo em forma de trevo de quatro folhas, encimado por um painel de azulejos que representam a Senhora da Penha. No ângulo superior do frontão ergue-se uma cruz em granito. © NCV


Sem comentários: