P U B L I C I D A D E

31 de julho de 2018

Festival Andanças 2018:
“a dançar o Mundo” até Domingo em Castelo de Vide

Clicar na imagem para ampliar.
Clicar na imagem para ampliar.
Com a dança na sua essência, o Festival Andanças lança o convite: venha dançar o mundo em Castelo de Vide, de 1 a 5 de Agosto. Nesta sua 23ª edição, o Andanças oferece um programa repleto de oficinas que farão os participantes “viajar ao ritmo dos passos e compassos de diferentes danças do mundo”. 
Começando pelas danças tradicionais do nosso país - como as Valsas Mandadas da Serra de Grândola, às Chamarritas dos Açores, aos Viras Minhotos, às Danças com Adufes, entre outras danças tradicionais portuguesas -, segue-se além fronteiras para aprender as danças que nos chegam da Europa, percorrendo um itinerário que nos leva por Espanha, Bélgica, Itália, Irlanda, França, Roménia e Bulgária. 
E este ano anuncia-se uma novidade: uma viagem no tempo com as Oficinas de Danças da Antiguidade Clássica Grega. 
Prossegue-se até à América Latina, com o Forró, o Samba, a Salsa, o Tango, subindo ao Norte para dançar Swing, Lindy-Hop e Balb. A África chega através das oficinas de Kizomba, Semba e Funaná. 
De partida para outros destinos exóticos, “o corpo poderá mover-se ao ritmo das cadências do Médio Oriente até à Índia com as Oficinas de Bollywood”. Entretanto, noutras viagens, sempre percorridas com o corpo, exploram-se as Danças Circulares Sagradas ou aprende-se a melhorar os passos com o nosso par, na Oficina de Dinâmica de Pares, e a soltar movimentos com a Oficina de Dança Dinâmica.
Cerca de 200 atividades programadas 
Num festival onde o público deixa a postura de espetador e participa, aprendendo, fazendo, explorando, incita-se o encontro entre o tradicional e o contemporâneo e convida-se à criação de um diálogo de enriquecimento e de desenvolvimento de um espaço de bem-estar comum. E sãos muitas e diversas as opções de programação para esse encontro: mais de 50 oficinas de dança, 40 bailes, 20 concertos, 30 atividades para crianças e famílias, 45 oficinas de relaxamento e desenvolvimento pessoal, assim como os diferentes passeios em meio urbano e na natureza, performance e teatro, cinema, animação de rua e oficinas de instrumentos que acontecerão durante 5 dias no junto à área do Forte de São Roque e nas ruas de Castelo de Vide em Agosto. 
“O Andanças está em constante movimento. Roda, agita, desloca, renova, une. Roda a vila e roda a vida. O Andanças é um caminho vivo, conecta ao presente e projecta o futuro. É um ponto de partida e de chegada. O Andanças é uma viagem, está sempre em Roda Viva”. 
Todos os detalhes da programação Festival Andanças 2018 podem ser encontradas AQUI (em atualização). Mais informações no site do Andanças, no Facebook do Andanças.
Associação PédeXumbo  
Há 20 anos a dançar, a Associação PédeXumbo é a entidade organizadora do Festival Andanças. Trabalha desde 1998 na promoção da música e dança de raiz tradicional. Uma equipa profissional dedica-se à recuperação destas práticas culturais, através de registos, coproduções, criação artística, investigação, formação de formadores e ensino informal destinado a todas as idades. 
Mais do que perpetuar relíquias, a PédeXumbo propõe-se a reavivar hábitos sociais de viver a música, reproduzindo bailes tradicionais participados por novas gerações que vão beber em práticas antigas. © NCV

Sem comentários: