P U B L I C I D A D E

2 de outubro de 2016

Descoberto um sestércio de Filipe, “o árabe” nas escavações no fórum da Cidade de Ammaia

Nas recentes escavações no fórum da Cidade Romana de Ammaia foi descoberta mais uma peça de negável interesse e valor histórico, um sestércio de Filipe, dito o árabe. 
A descoberta segue-se à de um um pequeno bronze figurativo romano (ver notícia AQUI) e o NCV sabe que alguns outros “achados” serão divulgados nas primas semanas.
A moeda não terá circulado muito, não “andou por muitas mãos, daí o seu excelente estado de conservação”.
“Marcus Iulius Philippus, um efémero imperador nascido na Síria, constitui um bom exemplo do carácter inclusivo do Império Romano. Ajuda-nos também a lembrar o quanto temos em comum com esse mundo árabe, que hoje identificamos como diferente, exótico ou mesmo perigoso.
Filipe, dito o árabe, governou somente cinco anos (244-249), nesse tempo em que, como já alguém escreveu, Roma vivia “em golpe de Estado permanente”. A sua maior glória terá sido a promoção das colossais festividades do Milénio de Roma (em 248)”. 
Com a constante insegurança política, Filipe enviou o Prefeito da Cidade, Décio, às fronteiras danubianas para debelar novos pronunciamentos militares. Acabaria, o imperador, vencido e morto, em Verona, pelo seu antigo prefeito Décio que, finalmente, veio a ser um Imperador ainda mais efémero que o sírio. A Pax Aeterna que o sestércio anunciava não passou de um breve sonho. © NCV

Sem comentários: