P U B L I C I D A D E

30 de janeiro de 2017

Casa Mortuária no antigo Matadouro:
obras podem começar já em Junho

Castelo de Vide poderá vir a ter ainda este ano uma nova Casa Mortuária por iniciativa municipal, aproveitando as instalações do antigo Matadouro que estão neste momento cedidas a uma Associação de Caçadores, segundo revela uma nota da Comissão Política local do Partido Socialista (PS).
De acordo com a mesma fonte, “o atual Presidente do Município comprometeu-se a tratar do que falta tratar e iniciar a obra em Junho, no início do Verão”; tudo se passou no decorrer da última reunião do Executivo Municipal em que o vereador socialista Tiago Malato mais uma vez instou António Pita a atribuir prioridade política para este assunto.
Exigida uma prioridade política
De facto, o vereador do PS, Tiago Malato, exigiu na última reunião de Câmara “que se priorizasse politicamente a Instalação da Casa Mortuária de Castelo de Vide, assunto sensível que tanto tem incomodado uma a parte substancial da população, colocando um ponto final à indecisão que acontece faz mais de um ano e meio, determinando formalmente para o efeito as Instalações do Antigo Matadouro Municipal, encetando procedimento para alterar a verba correspondente inscrita de 100€ em Orçamento e calendarizar as obras”.
Honrar o acordo a que se chegou
Relembrou que “este assunto, apesar de ter merecido um abaixo-assinado e a presença de um grupo de munícipes em reunião de Câmara, faz mais de ano e meio, na defesa de um interesse que nada tem de pessoal, mas que a toda a comunidade diz respeito, só sobe a reunião de câmara regularmente, por sua mão. Não pode este assunto sensível deixar de ser politicamente priorizado. Independentemente das opiniões diferentes, chegou-se a um acordo sobre este assunto sensível e é necessário honrá-lo. Pior que uma má decisão é uma indecisão”.
Indefinição já passou do normal
“Uma vez que estamos no último ano do mandato em que a Vila vai entrar em estaleiro, com obras por todo o lado, é altura de lhe perguntar se já está tudo tratado com a Associação de Caçadores e com o seu novo espaço alternativo, se vamos avançar para Obra, e quando? Gostaria de sair daqui hoje com um compromisso. Mesmo que não seja uma data que seja um mês. Ou um trimestre. Mas um compromisso pois esta indefinição já passou objetivamente do normal. Este assunto tem de ter prioridade política”, adiantou Tiago Malato. © NCV

Sem comentários: