P U B L I C I D A D E

24 de janeiro de 2017

Intenção de candidatura do Vinho da Talha a Património Cultural Imaterial da Humanidade

O Município de Marvão promoveu no passado dia 21 de Janeiro, na sede da Junta de Freguesia de São Salvador da Aramenha, uma cerimónia de apresentação da intenção de candidatura do Vinho da Talha a Património Cultural Imaterial da Humanidade.
Esta cerimónia contou com a presença de Francisco Mateus, presidente da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), Victor Frutuoso, presidente do Município de Marvão, José Manuel Pires, vereador da autarquia, Tomás Morgado, presidente da Freguesia de São Salvador da Aramenha, Manuel Narra, presidente do Município da Vidigueira, e Helena D’Aguilar, vice-presidente da autarquia, Joaquim Carvalho, da Fundação Cidade de Ammaia, para além de diversos produtores locais e técnicos do setor vitivinícola.
Na sessão foi apresentada a declaração de compromisso, assinada no dia 9 de Dezembro de 2016, em Vila de Frades, pelos Municípios da Vidigueira, Marvão, Aljustrel, Cuba, Moura e Mora, com o objetivo de iniciar o processo de candidatura do Vinho da Talha a Património Cultural Imaterial da Humanidade (UNESCO).
Para além destes Municípios, já estão envolvidos no processo de candidatura, cerca de 150 produtores de Vinho da Talha. Existindo também a certeza de que, a curto prazo, outros Municípios, Juntas de Freguesias e entidades, vão integrar o projeto que visa salvaguardar a arte de saber fazer Vinho da Talha.
A Entidade Regional de Turismo do Alentejo, a Direção Regional de Cultura do Alentejo, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) e a Vitifrades - Associação de Desenvolvimento Local, são parceiras neste processo de candidatura, que deverá estar concluído dentro de três anos.
No final da cerimónia, foram ainda entregues, aos produtores de Vinho da Talha de Marvão, os diplomas de Guardião do Saber.
O evento terminou com uma prova de Vinho da Talha, na adega de Carlos Sequeira. Um dos produtores do concelho de Marvão e cujo vinho, da Turimenha, já está certificado com DOC (denominação de origem controlada). © NCV 
Mais imagens do evento AQUI.

Sem comentários: